quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Quero ser diplomata, mas que curso superior eu faço?

Oi gentes queridas,

Após receber alguns emails com a pergunta acima, eu resolvi postar sobre isso aqui na tentativa de dirimir algumas dúvidas da galera que quer ser diplomata. Vou tentar ser o mais imparcial possível (afinal, eu fiz RI rsrs) e espero que eu consiga ajudá-los! Let's go!

Bom, como alguns de vocês devem saber, não existe um pré-requesito quanto à formação acadêmica para ser diplomata. É preciso apenas ser graduado em nível superior e pronto. Pode ser em qualquer coisa! ´Lá no Itamaraty há diplomatas formados em Direito, Relações Internacionais, Economia, História, Medicina, Letras, Química, Biologia, Publicidade, Administração... ou seja, quase todos os cursos. É claro que há alguns cursos que dominam, como é o caso de Direito e de RI, mas, no geral, trata-se de uma casa bem democrática.

A maioria das pessoas, ultimamente, vem preferindo fazer cursos de Relações Internacionais, pois trata-se de um curso bem diversificado, onde o aluno entra em contato com os principais assuntos da prova, como história geral, política externa, economia básica, temas contemporâneos da agenda internacional e, principalmente, com o vocabulário específico da área. O curso de Relações Internacionais surgiu na Universidade de Brasília justamente com o propósito de preparar aqueles que futuramente seriam diplomatas, tanto que, inicialmente, seus professores eram os mesmos do Instituto Rio Branco. A partir daí, outros cursos começaram a surgir, como na Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, e em outras universidades, públicas e privadas.

Apesar dessa difusão, RI ainda não é um curso tão popular assim e não existe em todas as universidades, por se tratar de um curso bem recente (estamos falando dos anos 70). Esse fator leva muitas pessoas a se formarem em Direito, também já com vistas de fazer o concurso depois. O curso de Direito sempre foi o que dominava no Rio Branco, mas, atualemente, vem equiparando-se a RI. Direito é um curso muito bom também, pois além de ser muito útil hoje em dia, seus alunos entram em contato com disciplinas como direito internacional público, direito internacional privado, direito comparado, etc. que também ajudam muito na hora de fazer o concurso, já que direito é uma das matérias constantes dessa nossa prova.

Conheço também várias pessosa formadas em Economia, e que também possuem vantagens por terem um nível excelente de conhecimento sobre essa disciplina na hora da prova, quando os demais mortais, como eu, estão lá pelejando para fazer cálculos de oferta e demanda e poder de compra do consumidor... rsrs.

Letras também é um curso que ajuda muito, pois ter um português culto, perfeito e erudito é algo imprescindível para a admissão, além de ser muito útil ao longo da carreira.

Bom, como vocês podem ver, todos os cursos possuem um lado positivo, quando pensamos na prova, e, também, suas fraquezas. Os cursos mais específicos, como direito, letras, economia, história, dão às pessoas uma formação muito mais profunda e um conhecimento muito maior nessas matérias, porém é preciso, depois, se dedicar integralmente às demais matérias que não foram vistas ao longo do curso. Já o curso de RI dá uma base em todas as matérias que caem na prova, mas, depois, é preciso se aprofundar ainda mais nelas, pois não dá pra ficar só no básico para passar nesse concurso.

 O mais importante é ver qual curso se adequa mais a você e a seus planos de vida. No meu caso, especificamente, eu sempre soube que queria a diplomacia e, por isso, escolhi fazer RI para me familiarizar com os temas, com os termos e com a forma de pensar do internacionalista; no entanto, cada um é cada um. Conheço muitas pessoas que também querem a diplomacia e, no entanto, optaram por fazer Direito, História, etc. Cada um tem um caminho diferente.

Resumo da ópera: a formação ajuda sim, mas não é tudo. O diferencial é você quem faz, depois que se forma, estudando muito muito muito as matérias da prova. O importante, mesmo, é ter um diploma universitário, pois, sem isso, você não pode ser diplomata; agora, como você chegará lá, é um caminho que só você poderá percorrer. 

Bom, espero que isso tenha ajudado alguns de vocês. No mais, para o que precisarem, podem entrar em contato comigo por email que responderei a todos. :)

Força, galera! Espero vê-los todos no Itamaraty, um dia, como meus colegas!

Beijos,

Luiza 

26 comentários:

  1. Que bom, Roberta! Obrigada
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. ooi! eu estava passando e vi o post
    eu tenho uma dúvida
    um estudante que ainda não tem diploma do ensino superior poderia fazer a prova do concurso ao menos para treinar? Ou tem algo que impeça?

    ResponderExcluir
  3. Acabei de ver esse blog[achei pelo google] e serei uma freqüentadora diária[diária/mensal/anual, que seja]. Quero ser diplomata e curso Letras, minha mãe me enche o saco pra fazer direito, mas eu gosto do meu curso e ando com um problema em passar nesse curso... Adorei o que li aqui :3

    ResponderExcluir
  4. Encontrei o seu blog pelo Google também e achei muito interessante esse "post". Parabéns e muito obrigado pelos esclarecimentos.

    ResponderExcluir
  5. em suma o q eu tenho q fazer?é preciso fazer facu de relações intern.?
    PS.tenho 15 anos

    ResponderExcluir
  6. eu mandei o comentario anterior , me resp para o meu e mail : kotick10@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Sou estudante de ciências sociais e pretendo ser diplomata, tu achas que tenho chances com a formação que tenho?

    ResponderExcluir
  8. Muito boa sua postagem, sou aluno do terceiro ano e estou loucamente procurando informações sobre RI, quero seguir carreira diplomática, mas gostaria de saber como funciona a prova, agradeço desde já.

    ResponderExcluir
  9. Olá Luiza, bom dia!
    Gostaria de saber se o curso de Tecnólogo é aceito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, tom, cursos técnicos não são aceitos. é preciso ter formação em curso superior. beijos!

      Excluir
    2. Oi tem certeza do que está falando? pois Tecnólogo não é curso técnico a nível de 2º grau, mas sim um nível superior de graduação tecnológica.

      Excluir
    3. Oi Priscilla, se tecnólogo for curso superior, sim. Se não for, não.

      Abs.

      Excluir
    4. Extraí esta informação do segundo link da página do MEC http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12880&Itemid=866

      "Todos os Cursos Superiores de Tecnologia, quando autorizados, direta ou indiretamente,
      só o serão para funcionamento em um campus determinado, especificado no ato de sua
      autorização.
      As Faculdades isoladas, para oferecerem cursos superiores de Tecnologia, necessitarão
      sempre de autorização prévia, na forma da legislação consubstanciada nas Portarias
      Ministeriais 1647/99 e 064/2001.
      Cremos ainda que devam ser adotadas por este Colegiado as normas de
      credenciamento, dos Centros de Educação Tecnológica e de autorização e reconhecimento
      dos cursos superiores de tecnologia, previstos na Portaria Ministerial 1647/99 e na Portaria
      Ministerial 064/2001.
      Em suma, somos de parecer que:
      · os Cursos Superiores de Tecnologia são cursos de graduação com características
      especiais, bem distintos dos tradicionais e cujo acesso se fará por processo seletivo, a
      juízo das instituições que os ministrem. Obedecerão a Diretrizes Curriculares Nacionais a
      serem a aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação;
      · os Cursos Superiores de Tecnologia poderão ser ministrados por universidades, centros
      universitários, faculdades integradas, faculdades isoladas e institutos superiores. As
      universidades e centros universitários, no gozo das atribuições de autonomia, podem criá-
      los livremente, aumentar e diminuir suas vagas ou ainda suspendê-las;
      · os Cursos Superiores de Tecnologia poderão igualmente ser ministrados por Centros de
      Educação Tecnológica públicos e privados, com diferentes graus de abrangência de
      autonomia;
      · os Cursos Superiores de Tecnologia serão autorizados para funcionar apenas em campus
      previsto no ato de sua autorização;"

      Excluir
  10. Oi, Luiza! Moro no Rio de Janeiro e queria saber qual o melhor cursinho por aqui, vc já ouviu falar de algum? Depois de fazer o cursinho e passar no concurso, invariavelmente a pessoa vai para Brasília - Itamaraty - para fazer o curso de 2 anos, é isso? Obrigada! Muito bom seu blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi vivi, é isso aí, depois que passa no concurso tem que fazer dois anos de curso de formação no instituto rio branco. sobre os cursinhos, no clio tem o clio, que é o maior por aí, mas há também cursos telepresenciais, como o curso atlas e o curso sapientia. dá uma pesquisada pra ver qual se adéqua mais às tuas necessidades!

      beijos

      Excluir
  11. Seu post é muito bom ... mas queria saber, ainda, se os diploma de cursos Tecnólogos são aceitos também? ;)

    ResponderExcluir
  12. Oiiii e feliz 2013 para todos nós!!!
    Será que existe alguém(s) em Brasília interessado em formar um grupo de estudos para o CACD?

    ResponderExcluir
  13. Amei,gostei muito e matei certas dúvidas =)

    ResponderExcluir
  14. Olá...Meu nome é Paula, tenho 40 anos, sou formada em História e gostaria de saber se há limite de idade pra ingressar na carreira diplomática.

    ResponderExcluir
  15. luiza eu queria saber quais sao as possiveis areas que o itamaraty oferece e qual o tempo minino de exterior que um diplomata de carreira tem que efetuar para trabalhar em outras areas.JUNIOR.

    ResponderExcluir
  16. Oi Luiza, estou no segundo ano do ens. médio e quero cursar RI, me interessei pela carreira diplomática assim que a conheci. Sempre gostei e me dei muito bem com história, geografia, política e inglês. Ainda sou novo mas queria saber se tem como eu dar uma olhada em provas desse concurso de anos anteriores... Obrigado.

    ResponderExcluir
  17. Alguém com a graduação superior, tecnólogo. Eu poderia fazer a prova do Itamaraty?

    ResponderExcluir
  18. Olá, gostei bastante das informações.

    ResponderExcluir
  19. Olá Luiza! Meu nome é Carolina e acabei de me formar no ensino médio. Meu sonho sempre foi ser diplomata, no entanto agora preciso decidir um curso para inscrever em alguma federal, tenho dúvidas quanto fazer bacharelado em letras na língua inglesa e gostaria de saber se você acha que é uma boa opção de curso para seguir carreira diplomática depois...

    ResponderExcluir
  20. Olá! Preciso do seu email, como faço para te enviar um email, não encontrei aqui no blog. Andreia

    ResponderExcluir